Conheça Loretta Lynch, a secretária de Justiça que escancarou a corrupção na Fifa

Fonte: Ed Stourton / Da BBC News | Data: 28/05/2015 | Categoria: Diversidades | Visitas: 256
Foto: Divulgação

Lynch é a primeira mulher negra a ocupar o cargo de secretária de Justiça

"Ninguém é grande demais para a cadeia. Ninguém está acima da lei."

Pouco mais de um mês após pronunciar essas palavras ao ser nomeada secretária de Justiça dos Estados Unidos, Loretta Lynch - a primeira mulher negra no cargo - coordenou a operação que prendeu oito cartolas da Fifa e foi considerada o maior escândalo da história do futebol.

Filha de um pastor protestante, Lynch nasceu quando as leis de segregação racial ainda eram vigentes nos Estados Unidos, formou-se em Direito em Harvard e ocupa hoje o principal cargo do Departamento de Justiça americano.

Ela atuava como procuradora-chefe federal no Brooklyn antes da promoção. Segundo o New York Times, Lynch supervisionou as investigações desde o início.

A decisão de dar o "ok" para a operação ir em frente e de pedir à polícia suíça que executasse as prisões foi dela.

Oito dirigentes da Fifa foram presos na quarta-feira - entre eles o ex-presidente da CBF José Maria Marin.

Lynch nasceu na Carolina do Norte em 1959. À época, os negros dos Estados do sul dos EUA ainda era submetidos a leis de segregação entre brancos e negros.

Apesar disso, seu pai, o reverendo Lorenzo Lynch, um pastor protestante, acreditava que a lei poderia ser uma força para a mudança. E, quando a futura secretária de Justiça era pequena, ele costumava levá-la aos tribunais locais.

"Quando eu era criança, as pessoas nos diziam para ficar longe dos tribunais", disse Lorenzo à BBC. "Mas eu achava que era uma instituição positiva, e queria que ela tivesse uma visão diferente", completou.

As leis de segregação foram derrubadas no meio dos anos 1960, mas o racismo permaneceu.

A mãe de Lynch, Lorine, lembra que as professoras da filha tinham dificuldade em aceitar sua inteligência. Lynch foi nomeada em momento de tensão racial nos EUA

Quando ela estava na 2ª série - tinha 7 ou 8 anos - ela teve que fazer uma prova outra vez porque tinha ido bem demais na primeira.

"As professoras acharam que algo estava errado, porque ela era afroamericana e os alunos brancos tinham tirado notas mais baixas", disse Lorine à BBC.  Na segunda prova, ela tirou uma nota maior ainda.

Carreira

Nada disso afetou as aspirações de Lynch. Durante toda a infância, ela sonhava em estudar em Harvard, onde estudou Literatura Inglesa antes de fazer Direito.

Ela levou a sério a universidade. "Na faculdade, as pessoas costumam usar jeans, roupas despojadas, mas eu não lembro de uma vez em que Loretta estivesse desarrumada.

Eu costumava implicar com ela perguntando se ela não tinha nenhuma roupa de brincar", conta a advogada Karen Freeman-Wilson, que estudou com ela.


Confira a Galeria de Fotos da Matéria Acima.

Não há fotos para esta postagem.

Comentários para esta postagem

Ninguém comentou esta Notícia ainda, Seja o primeiro a comentar.


Deixe o seu Comentário

Nome:

Email:

Comentário

  Ignore este campo de email. Ele está aqui para enganar os spamers. Se você entrar com qualquer aqui, sua mensagem não será enviada.
 

Site Amadorzao

NEWSLETTER

Cadastre-se em nossa newsletter e fique por dentro das Notícias e Novidades exclusivas aqui no Site Amadorzao.

Placar On Line

2018 © Site Amadorzao - Todos os Direitos Reservados.

Telefone para Contato:
Fone: (Claro (17) 99101-0677 )
Email: amadorzao@hotmail.com


Desenvolvido Por: Beto Castro Fone: (17) 98817-6122